Home » Dicas » Os problemas de pele mais comuns em bebês e crianças
sbd

Os problemas de pele mais comuns em bebês e crianças

A barreira natural do corpo é mais sensível nos pequeninos, o que deixa a guarda aberta para problemas como brotoejas, dermatites, micoses, entre outros. Mas medidas simples ajudam a afastá-los.

ACNE NEONATAL
Fase em que é mais comum
Recém-nascidos.
Características
A obstrução dos poros causa inflamações na pele caracterizadas por erupções superficiais. Normalmente aparecem no rosto e no tronco.
Tratamento
Nunca espremer. Lavar o rosto com água e sabão neutro, depois secar. Aplicar protetor solar infantil para evitar manchas. Especialista pode indicar esfoliação da pele e uso de antibióticos tópicos.


MOLUSCO CONTAGIOSO OU VERRUGA
Fase em que é mais comum

Infância, de 1 a 5 anos.
Características
Trata-se de uma doença viral, provocada pelo poxvírus, e é transmitida por contato direto, já que, nessa idade, as crianças compartilham brinquedos e tanques de areia.
O problema se manifesta em forma de bolinhas duras, claras, com o aspecto de bolha. Leve seu filho ao dermatologista assim que notar a primeira verruga. Dessa maneira, evita-se que elas se espalhem pelo corpo.
Tratamento
Consiste em curetagem (raspagem) ou cauterização e deve ser indicado por um especialista.


ASSADURAS OU DERMATITE DE FRALDA
Fase em que é mais comum

Bebês e crianças obesas de até 6 anos.
Características
Inflamações na pele causadas principalmente por alergias ou acúmulo de calor e umidade promovido pela fralda ou falta de higienização adequada, principalmente nas dobras. Provocam ardência, irritação e coceira.
Tratamento
Limpeza com água abundante e sabão neutro para retirar suor, urina e fezes. Manter a pele seca e arejada, com troca frequente de fralda. Deixar o bebê de 15 a 30 minutos sem fralda, sob o sol. Meninas devem usar calcinha de algodão de dia, dormir sem calcinha à noite, receber supervisão ao se higienizar e vestir saias, em vez de roupas apertadas. Nada de pomadas. Alguns cremes vitaminados são bastante utilizados, pois criam filme de proteção entre a pele e os agentes agressores.


CASPA OU DERMATITE SEBORREICA
Fase em que é mais comum

Recém-nascidos e bebês.
 Características
Surgimento, principalmente no couro cabeludo, de pequenos flocos brancos e oleosos, associados ou não a coceira. Pode ser desencadeada pelo contato com hormônios maternos da placenta, no momento do parto.
Tratamento
Usar óleo de amêndoas antes do banho para auxiliar na remoção das crostas, debaixo do chuveiro. Se não surtir efeito, um médico deve ser procurado para recomendar medidas específicas.


DERMATITE ATÓPICA
Fase em que é mais comum

Bebês e crianças.
Características
Pele seca, inflamação e coceira, além de vermelhidão e erupções na pele caracterizadas por uma espécie de reação alérgica.
Tratamento
Banhos rápidos e com uso de sabonete neutro, que devem ser aplicados, somente, nas áreas mais sujas. Após banhos, passar hidratantes neutros. Manter uma alimentação saudável, com diminuição de alimentos com corantes e conservantes, além de refrigerantes e doces. Dependendo do aspecto das lesões, que devem ser avaliadas por especialistas, eles podem prescrever o uso de cremes, loções, sabonetes neutros e compressas úmidas.


BROTOEJAS
Fase em que é mais comum

Bebês.
Características
O bloqueio das glândulas do suor provoca o aparecimento de bolinhas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele, causando irritação e coceira.
Tratamento
Aplicação de maisena e compressas de água fria. É essencial evitar o uso de substâncias que impeçam ou atrapalhem a transpiração. O ideal é manter uma temperatura confortável e um ambiente refrescante, com roupas leves.


IMPETIGO
Fase em que é mais comum

Infância, dos 4 aos 7 anos.
Características
Causada pelas bactérias estreptococos ou estafilococos, manifesta-se na forma de uma lesão arredondada e com pus. “Geralmente, o impetigo ataca as regiões que possuem orifícios, como boca, nariz e ânus. Os principais sintomas são coceira, dor e, eventualmente, febre.
Tratamento
À base de antibióticos.


MICOSES
Fase em que é mais comum

Ocorre em qualquer idade.
Características
Surgimento de infecções de pele incômodas e resistentes, principalmente nas dobras do corpo e regiões de fralda, causadas por fungo.
Tratamento
Manter região de dobras e fraldas secas. Especialista pode prescrever a utilização de pomadas. O tratamento costuma ser relativamente demorado.


PIOLHO OU PEDICULOSE
Fase em que é mais comum

Infância.
Características
Coceira intensa no couro cabeludo; surgimento de lêndeas, os ovinhos da fêmea do piolho, no cabelo.
Tratamento
Aprimorar a higiene pessoal. As loções e xampus disponíveis sem prescrição médica são razoavelmente eficazes, embora a resistência a tais produtos esteja crescendo.


Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/saude/bebe/os-problemas-de-pele-mais-comuns-em-criancas